CEOQ

Central de Agendamento / Marcação:
Tel: (77)3262-3100 / Whatsapp (77) 98102-6620


ceoq@ceoq.com.br

Notícias

Cirurgia Refrativa

09 de Agosto 2021

Dr. Marco Antônio fala sobre a cirurgia refrativa, o procedimento e o pós operatório.

Você sabia que existe solução para quem sofre com problemas de visão como miopia, hipermetropia e astigmatismo? Sim, é a CIRURGIA REFRATIVA. A cirurgia refrativa aumenta a qualidade de visão e melhora muito a vida do paciente. Esse procedimento cirúrgico ajuda pacientes com variados graus a reduzir e até a eliminar o uso de óculos e lentes corretivas.

Para saber mais sobre o procedimento, falamos com um de nossos oftalmologistas, especialista neste tipo de cirurgia, o Dr. Marco Antônio, que respondeu algumas dúvidas a respeito.


Como é realizado o procedimento?

Como o próprio nome diz, na cirugia fotorefrativa a laser, é utilizado um procedimento com a utilização de um laser. Existe um protocolo pré-operatório, é necessária uma consulta, em que o médico indicará exames específicos, e uma vez resolvido que há uma boa indicação para cirurgia, ela é feita em centro cirúrgico, numa sala específica, de maneira rápida, indolor e é muito segura. Terminado o procedimento, o paciente recebe algumas orientações, usa alguns medicamentos e é liberado, voltando em consultas marcadas pelo oftalmologista para acompanhamento.

É necessária sedação para a cirurgia?

Não. O paciente recebe os anestésicos topicamente, ou seja, direto no olho, como é um procedimento rápido e indolor, não é necessária a sedação.

Quais problemas na visão que carecem a cirurgia para a melhora?

Na teoria todos eles, astigmatismo, miopia, hipermetropia e até a presbiopia, que é quando necessária a correção para que a pessoa enxergue melhor de perto, problema que aparece em torno dos 40 anos. Ela se mostra melhor em alguns casos, como os de miopia, seguido de astigmatismo e hipermetropia, que existe uma limitação de grau para ser bem resolvida, e a presbiopia. Mas todos os erros refracionais podem ser corrigidos com a cirurgia refrativa.

Como é o pós-operatório?

Dependendo da técnica utilizada para a realização da cirurgia, ele vai variar um pouco. Mas todas as formas exigem um pouco de cuidado com ambientes hostis para os olhos, como poeira, vento, sol, fumaça, ambientes com aglomerações, devem ser evitados pelo menos nos primeiros dias. Alguns pacientes vão necessitar de uso de lentes terapêuticas, e todos os pacientes usarão algumas medicações de uso tópico, como colírios, antibióticos, anti-inflamatórios lubrificantes, etc.

Quais as chances de melhora após o procedimento, é possível que o problema volte?

Quando programamos uma cirurgia como esta, ela é feita para que o problema se resolva completamente. Mas tem alguns problemas refracionais, em alguns casos, previamente conversados com os pacientes, que não serão possíveis correção total. Quando vemos os estudos, é muito difícil que algum ser humano não necessite de algum grau nos olhos, então não pode se esperar que a cirurgia resolva o problema completamente. Sobre o uso de óculos após a cirurgia, é possível que o paciente fique muito tempo sem utilizar óculos, mas em algum momento ele terá que voltar a utilizá-lo, seja em grau menor ou não. É preciso lembrar que a cirurgia refrativa é feita para REDUZIR o erro refracional, de forma que a pessoa não seja totalmente dependente de óculos ou de lente, mas não deve ser colocada como um procedimento milagroso. 

Quais as técnicas para realização da cirurgia?

LASIK e PRK. Na primeira, fazemos um pequeno corte na córnea, levantamos e aplicamos o laser ali, depois voltamos ela para posição normal, e está feita a cirurgia. Na segunda, o epitélio é raspado, sem cortes, depois essa córnea recobre a região e há uma revitalização natural do olho.

Dr. Marco Antônio de Andrada Guimarães - CRM-BA: 17.626 - Especialista em Refrativa, Catarata, Córnea, Segmento Anterior, e Ceratocone.