CEOQ

Central de Agendamento / Marcação:
Tel: (77)3262-3100 (77)98132-8702
ceoq@ceoq.com.br

Notícias

Curso Dr. Javier Yugar - Ecografia do olho e da órbita

08 de Julho 2019

Aconteceu nesse último fim de semana (05 e 06/07), o curso “Ecografia do olho e da órbita – uma abordagem didática”, com o Professor Dr. Javier Yugar, que tratou de trazer de maneira teórica e prática tudo sobre a ecografia, também conhecida como ultrassonografia ocular. 

Aconteceu nesse último fim de semana (05 e 06/07), o curso “Ecografia do olho e da órbita – uma abordagem didática”, com o Professor Dr. Javier Yugar, que tratou de trazer de maneira teórica e prática tudo sobre a ecografia, também conhecida como ultrassonografia ocular. A oportunidade reuniu médicos oftalmologistas da região sudoeste da Bahia, bem como os residentes da turma de residência médica do CEOQ.

O curso teve como objetivo potencializar o conhecimento dos médicos presentes, dirimir algumas dúvidas e pontuar os principais motivos para indicação médica desse exame. A ecografia consiste no ultrassom dos olhos. Ela pode ser feita de maneira mais simples, com o paciente de olhos fechados, utilizando um gel sobre os olhos junto com o aparelho, ou mais complexa, que exige que o paciente permaneça de olhos abertos e uma espécie de sonda seja introduzida sob as pálpebras para a avaliação da parte posterior do olho. A forma com que será realizado o exame depende muito qual é o tipo de problema apresentado pelo paciente, se na parte anterior ou posterior do globo ocular.

 

Dr. Javier explica que o exame pode ser feito em qualquer tipo de paciente, independente da sua idade, e que o procedimento é de fundamental importância para o diagnóstico de diversas doenças que não são possíveis de serem descobertas pelos métodos convencionais da avaliação médica. “Quando se tem a hemorragia vítrea (sangue dentro do olho), descolamento de retina, tumores, a ecografia nos ajuda muito. É um exame que não tem radiação, então pode ser repetido diversas vezes, não tem contraindicação”, ressalta Yugar.

O palestrante ainda explica que o exame tem o mesmo princípio de uma ecografia feita em mulheres grávidas para avaliar o sexo do bebê. Sobre as vantagens da realização do exame, professor Dr. Javier esclarece que às vezes o oftalmologista que vai operar um paciente precisa de certa informação; no caso de uma catarata muito densa, o especialista precisa saber como está a retina do paciente, então o ultrassom fornece todos esses dados, como está a mácula, o nervo óptico, a retina, por exemplo. “Com o ultrassom podemos ver um tumor, se ele é benigno ou maligno, se é um melanoma, um tumor metastático, se tem invasão extra escleral (fora do globo ocular), porque vai mudar a terapia, e quando há descolamento de retina e queremos ver a causa do descolamento ou de uma hemorragia, nós fazemos a ecografia”, conclui Javier Yugar.


Galeria de fotos